terça-feira, 20 de setembro de 2011

As Várias tradições da Wicca

1. Wicca Garderiana
Gerald B. Gardner foi o 'criador', de quase todas tradições Neo-Wiccans. Ele foi iniciado em um coven de bruxas na região de New Forest, Inglaterra em 1939 por um sacerdotisa chamada de 'A velha Dorothy' Clutterbuck. Em 1949 ele escreveu a novela [*High Magic's Aid*] sobre bruxaria medieval e como era praticada na época. Em 1951 a última lei inglesa contra bruxaria foi revogada (inicialmente devido à pressão de espiritualistas) e assim Gardner publicou *Witchcraft Today*, uma versão dos rituais e tradições do seu coven.
O termo "Gardnerismo" relaciona-se à uma tradição e também a uma "família", assim como a linhagem refere-se à àrvore de familia. Gerald afirma: "A Sacerdotisa regia o coven, e principios de amor e verdade presidiam. Seguiamos nossos manuscritos mais cuidadosamente que outros covens, entretanto eramos livres e muitas vezes improvisávamos.".
A Wicca Gardneriana pode traçar sua linhagem matriarcal em retorno à alta sacerdotisa que trabalhava com Gerald. Isto vale para todas as Gardnerianas Norte Americanas, isto significa que sua última HPS foi, Monique Wilson. Monique foi iniciada por Bucklands e Rosemary Buckland iniciada por Theas, não obstante, a terceira na linhagem de Rosemary passou a iniciar outros - este é o motivo dela ter sido chamada de 'Rainha da bruxaria Americana'".
Cada coven de Wicca Gardneriana é autonomo e regido por uma alta sacerdotisa dirige-se a sua "rainha" (a alta sacerdotisa que a treinou) para conselhos e condutas. Isto serve para continuar a linhagem e criar "mestres" e líderes capacitados, preservando a tradição orginal.
A Reincarnação e os presceitos da Wiccan Rede [Não prejudicando ninguém, siga seu copração] são as doutrinas básdicas da tradição. Os Covens encontram-se compostos por ambos os sexos intentando-se mater o equílibrio. A maioria dos trabalhos são criados com a interação entre o "Lord" e a " Lady" como representado pelos pares de integrantes no coven durante a dança, etc
*Assim como muitas das tradições Wiccan, a Gardneriana possui tres graus. Uma Gardneriana Norte Americana deverá estar no terceiro grau antes de se tornar uma Alta sacerdotisa (HPS). A HPS/HP(alto sacerdote) são os responsáveis por conduzir os trabalhos (circulos), treinar os menbros do coven assim como passar e presevar a tradição Gardneriana.
Existem muitas perguntas a respeito do Gardnerianismo a respeito de seus rituais, em especial aos que aparecem em impressos. É verdade que a maioria do material publicado por gardner era oriundo de seu coven. Entretanto a maioria deles advinha da época em que ele foi iniciado, no entanto Gerald fez grandes mudanças. Dentre as fontes literárias para a publicação do " Book of Shadows " (Grimoire) incluem Blake, Kipling, Yeats e Crowley. Muitas das bibliografias foram escritas por Doreen Valiente, uma membra da tradição que posteriormente fundou sua propria.
Existem muitas bibliografias escritas que relatam de forma correta o Gardenianismo, entretanto existem segredos que são passados somente a membros do coven, de geração a geração. Quantos Gardenianos são necessários para trocar uma lâmpada? Isto é um segredo! Para ter uma idéia de seus mistérios, sua alta sacerdotisa normalmente é chamada 'Senhora' e da mesma forma o alto sacerdote, "Senhor ".

2. Wicca Alexandrina
A Tradição Alexandrina é muito parecida com a Gardneriana, com pouquissimas diferenças (uma das mais obvias é que a Alexandrina usa o athame como símbolo do elemento fogo e a varinha para o ar), a maioria dos rituais seguiam todas as formalidades. É uma tradição polarizada e enfatizava-se o masculino e feminino. Assim como os Gardnerianos, a sacerdotisa é encarada como a mais alta autoridade.
A Wicca Alexandrina foi criada por Alex Sanders (com sua esposa Maxine) que afirma ter sido iniciado por sua avó em 1933. Dentre seus principais componentes podemos citar Janet e Stewart Fararr, escritores cujos livros se tornaram muito conhecidos, não exclusivamente sobre a tradição Alexandrina. Ao contrário do que muitos acreditavam o termo Alexandrina não se referia à Alex Sanders, mas à antiga Alexandria.
A Wicca Alexandrina é mais eclética e liberal. Algumas das rígidas práticas Gardnerianas, tais como rituais nús, tem sido feitos opcionalmente na Wicca Alexandrina .
Mary Nesnick, uma americana iniciadanas tradições Gardneriana e Alexandrina fundou uma nova 'tradição chamada Algard, unindo particularidades de ambas tradições devido às similaridades entre ambas.

3. Wicca Diânica
*A Arte Dianica Craft inclui duas correntes distintas:
*1. Um dos Ramos, fundado no Texas por Morgan McFarland e Mark Roberts, oferece maior importancia à Deusa em sua religião, mas também honra o Deus cornífero como seu amado consorte. Os covens são mistos (homens e mulheres). Esta ramificação também é conhecida como 'Old Dianica', e ainda existem covens que seguem esta tradição, especialmente no Texas.
*2. Outro ramo, algumas vezes chamado de Bruxaria Diânica feminista, enfoca exclusivamente a Deusa e são formados por grupos exclusivamente de mulheres. São muito bem estruturados e não hierarquicos com o uso do consenso - tornando os rituais mais simples, criativo e experimentais. São grupos politicamente feministas, importam-se com os aspectos individuais e são emotivamente inflamados. Existe uma forte presença de Lesbicas, no entanto o coven é aberto a todos, inclusive heterosexuais.

4. Wicca Celta (Igreja Wicca)
A Igreja Wicca foi fundada por Gavin e Yvonne Frost. Eles iniciaram com o ensino de sua nova tradição por correspondência, que foi chamado por muitos como Wicca Celta. Só recentemente adotou o culto à Deusa na sua extrutura de Deidades e a tradição patriarcal Wiccan. Esta auto-denominou-se "Wicca Batista "
*Os Frosts chamaram sua tradição de Wicca Celta. Parece mais uma mistura de Alta magia com uma Wicca eclética, e mais a inserção da cultura Celta. No entanto, eles utilizam tres círculos, um dentro dos outros, feitos de sal, enxofre e ervas com runas e simbolos entre eles ao invés de um único círculo. Eles preconizam o uso do athame com cabo branco e não utilizam o negro, como em outras tradições.

5. Wicca Georgianaa
Podemos definir esta tradição com uma única palavra:"ecléctica". Embora os estudos se baseassem na wicca Alexandrina, nunca foram seguidos cegamente todos os princípios. George Patterson (fundador desta tradição) sempre dizia: "se funcionar, use-o, caso contrário, não".

6. Discordianismo (Erisian)
Trata-se de um movimento não religioso and has claimed 'Na revelação Erisian não é dificil de caracterizá-la como uma nova religião, entretanto uma nova religião possui esta característica" Ela começa com *'O "Principia Discordia" que permite nos fazer refletir: como eu encontro a Deusa e o que eu farei quando a encontrar?'*, muitos artigos foram compilados por Greg Hill (Malaclypse ). O tema central é: 'O Caos tem um pouco mais de mais importância que a ordem' como no texto "The curse of Greyface":
*O humor é o ponto central do Discordianismo, entretanto o Discordianismo não deve ser encarado como uma brincadeira. Profundas meditações efluiram no Erisinaismo. Destas reflexões pudemos ver que o caos é tão importante quanto a ordem, sem ele não haveria a ordem e vice e versa. Ele libera a mente do praticante a refletir sobre este jogo de palavras. Muitos jovens seguiram o discordianismo em busca de uma evolução espiritual, embora trilharam um caminho inverso.

Nenhum comentário: